Blog | Onde jurídico é investimento

BUSINESS INTELLIGENCE: ENTENDA A IMPORTÂNCIA E VEJA CASES DE SUCESSO

25/6/2021

Nós já apresentamos, anteriormente, alguns termos da advocacia moderna que valem a pena conhecer. Entre eles, citamos o Business Intelligence – ou apenas BI – que diz respeito à inteligência do negócio. Ou seja, metodologias e processos que utilizam a coleta de dados para monitorar, analisar e aprimorar a tomada de decisão e os investimentos da empresa.  

Com o passar do tempo, a indústria do BI se tornou bilionária. E existe uma projeção de que esse mercado valerá US$ 29 bi até 2022, segundo apontou o portal Finances Online. Isso indica, portanto, que as empresas vêm percebendo a importância que a inteligência do negócio tem para a análise de dados e tomada de decisões.

Mas por que o Business Intelligence é importante?

O Business Intelligence é responsável por apresentar dados atuais e históricos no contexto dos negócios. E assim, direcionar as estratégias e tomada de decisões. Os gestores podem usar o BI para oferecer benchmarks de desempenho e concorrência, a fim de ajudar a organização a operar de forma mais suave e eficiente.

Do mesmo modo, também é possível identificar tendências de mercado com mais facilidade, visando aumentar as vendas ou os lucros. Então, os dados coletados podem contribuir para diversas áreas, desde o financeiro até o recrutamento de pessoas.

Outras formas de como o Business Intelligence pode ajudar as empresas a tomar melhores decisões impulsionadas por dados são:  

  • Estratégias para aumento dos lucros;
  • Trabalho da cultura organizacional da empresa;
  • Disponibilização e integração de dados;
  • Análise do comportamento dos clientes;
  • Comparação de dados com a concorrência;
  • Acompanhamento do desempenho;
  • Otimização das operações e processos internos;
  • Identificação de tendências de mercado;
  • Escolha de softwares facilitadores;
  • Descobrimento de eventuais erros ou problemas.  

Portanto, não é à toa que o Business Intelligence é considerado essencial para as empresas se manterem em uma posição competitiva. Além disso, um estudo realizado pela Boston University identificou que 59% dos líderes corporativos acreditam que a análise e a tomada de decisão são os principais processos que precisam de investimento em tecnologia.  

Como grandes empresas vêm aplicando o Business Intelligence

GASMIG

A Companhia de Gás de Minas Gerais implementou, em 2015, um sistema de criação e gerenciamento de banco de dados. Isso occoreu após ela se deparar com dificuldades em gerenciar relatórios de faturamento e de vendas.  A GASMIG, então, adotou a análise inteligente desses dados para aplicar na melhoria dos processos de negócio. Assim, evitando os prejuízos administrativos que a falta de organização havia acarretado.

Portanto, foi possível organizar melhor todas as demandas, otimizar a execução das tarefas e produzir relatórios com mais qualidade.  Como resultado, o BI trouxe reflexos positivos para os índices de produtividade da Companhia e ganhos de autonomia para os colaboradores.

FIAT  

Visando adequar a comunicação com o consumidor final, a FIAT usou o Business Intelligence para coletar dados sobre seus seguidores nas redes sociais e direcionar essas informações para o planejamento da campanha do veículo Uno, lançado em 2011. A empresa conseguiu identificar as principais exigências de seus consumidores e adequou o carro a essas demandas.  

Com isso, as vendas do novo Uno superaram as expectativas e, no mesmo ano, o modelo foi eleito o Carro do Ano pela revista Auto Esporte.

Business Intelligence na advocacia

Na área jurídica, o BI proporciona mais eficiência na gestão do escritório. Dessa forma, trazendo melhorias em procedimentos internos e aplicação de conceitos inovadores para gerenciar as áreas da empresa de forma integrada.   Nesse aspecto, a tendência é que os advogados apliquem cada vez mais o Business Intelligence no escritório, independentemente do porte e do volume de processos.

O investimento em um software jurídico, por exemplo, é uma estratégia de BI que garante uma vantagem competitiva no mercado e ainda facilita o dia a dia dos colaboradores no que diz respeito à coleta e análise de informações.  Afinal, a modernização e elaboração de estratégias a partir da análise de dados é uma tendência em constante crescimento. Certamente, os profissionais que melhor estiverem adaptados a essa nova realidade se destacarão e liderarão o mercado, como os advogados 4.0. Entre no site da Deep Legal e conheça tanto as soluções para escritórios quanto as soluções para empresas e embarque na jornada da inteligência do negócio.

[e-book] O ROI de um Legal Analytics
O ROI ou Retorno Sobre o Investimento, é uma métrica que permite saber se determinado investimento está trazendo lucros ou prejuízos ao seu negócio. Aqui, você conhecerá exemplo de resultados na aplicação de um Legal Analytics no seu jurídico.
Baixar e-book grátis
Dados, insights, inspiração.
Acompanhe as melhores notícias sobre Legal Analytics.
Obrigado por se cadastrar!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.
Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Deep Legal
Inteligência analítica para parceiros
Legal Analytics para consultorias, empresas de
tecnologia e advogados que queiram aprimorar
a experiência do cliente e alcançar o sucesso.
Veja como
DEEP LEGAL TECNOLOGIA DE DADOS E INFORMAÇÃOESTRATÉGICA LTDA
Rua Luis Seraphico  Júnior, 511 - Coworking Cj 51  - Chácara Santo Antônio - São Paulo/SP